Combate ao preconceito religioso contra mulheres muçulmanas no mercado de trabalho

+A | -A


No Brasil, preconceito religioso é crime. No entanto, muitas mulheres hoje em dia estão em situação de vulnerabilidade econômica e social pelo simples fato de que sofrem preconceito religioso no mercado de trabalho, tendo suas contratações barradas, não conseguindo emprego simplesmente por conta da sua religião.

O Brasil tem atualmente cerca de 1 milhão e meio de muçulmanos, e destes, a grande maioria é composta por mulheres brasileiras que em grande parte são responsáveis pelo sustento da sua casa e de seus filhos.

Além daquelas que contribuem com o marido no sustento da casa, temos também um grande número de mulheres que são as únicas provedoras da sua família, muitas são viúvas, separadas ou solteiras.

A lei já existe mas não está sendo cumprida, e estas mulheres embora sejam qualificadas e competitivas, têm o direito ao acesso ao trabalho negado por preconceito contra o Islam.

Este ato, criminoso, causa um grande ônus não só para estas mulheres e suas famílias, como também contribui para o prejuízo social, financeiro e pessoal para toda a sociedade.

Pelo fim do preconceito religioso no mercado de trabalho para todos, em especial para mulheres muçulmanas que hoje se encontram em situação de vulnerabilidade social e econômica por sofrerem o preconceito contra a sua religião.

Por favorr assinar a petição: Combate ao preconceito religioso contra mulheres muçulmanas no mercado de trabalho!

Toda pessoa que se junta a esta campanha aumenta nossa força de ação. Por favor, separe um minuto para compartilhar este link com todos que você conhece:

http://www.avaaz.org/po/petition/Combate_ao_preconceito_religioso_contra_mulheres_muculmanas_no_mercado_de_trabalho/?tta

Vamos fazer a mudança juntos,

http://www.avaaz.org/po/petition/Combate_ao_preconceito_religioso_contra_mulheres_muculmanas_no_mercado_de_trabalho/?ctTWobb

1062
votar
Thanks!
An error occurred!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *